Pantanal de Cáceres

Pantanal de Cáceres

MT caceres fes pesca18

O pantanal de Cáceres apresenta como limites, ao norte, uma linha imaginária que cruza a própria cidade de Cáceres; ao sul, as lagoas Uberaba e Gaiba e a zona do Caracará, no limite com o pantanal de Poconé, na junção dos rios Cuiabá e Paraguai; a leste, o rio Paraguai; e a oeste, as florestas da fronteira boliviana.

A vegetação deste pantanal é tipicamente savana e campo, muitas vezes com adensamento acentuado do estrato lenhoso da savana.

Mata pluvial tropical aparece aqui com mais freqüência, num prenúncio da proximidade da região amazônica. A savana, porém, predomina em extensão.

Os solos do pantanal de Cáceres são argilosos, siltosos e arenosos, prevalecendo em área o último tipo.

As espécies arbustivas e arbóreas de savana são as mesmas de outros pantanais, destacando-se pequi (Caryocar brasiliense), canjiqueira (Brysonima intermédia), pateiro (Couepia uiti), sucupira (Bowdichia virgilioides), entre outras.

A vegetação de campo apresenta como espécies dominantes o capim-mimoso (Axonopus purpusii) e Reimorochloa brasiliensis.

FONTE:
Recursos Forrageiros nativos do Pantanal mato-grossense, por Antonio Costa Allem e José Francisco Montenegro Valls. Brasília, 1987. (EMBRAPA-CENARGEN. Documentos, 8)

Categoria : O Pantanal


Deixe um Comentário

Video da Semana

Traduzir »